Taxa de juros no Brasil

Taxa de juros no Brasil

Apesar da recente queda na taxa SELIC (juro básico), levando-a ao menor patamar dos últimos 30 anos, a taxa de juros que pessoas físicas e jurídicas contratam com os bancos não caiu proporcionalmente. Ou seja, você não necessariamente está sendo beneficiado pela taxa de juros mais baixa da economia.

A diferença entre a taxa que os bancos cobram dos empréstimos que oferecem e a taxa que os bancos captam dinheiro (referenciada pela SELIC) é o famoso spread bancário. Para que consumidores possam se aproveitar da menor taxa SELIC, isso depende que bancos repassem a queda da taxa para seus clientes, o que nem sempre acontece.

Entre meados de 2015 até meados de 2016, quando a taxa SELIC se manteve em 14,25%, o spread bancário girava em torno de 36,5%. Atualmente, com a SELIC em 6,5%, o spread bancário encontra-se ainda em patamares altíssimos de 33,7%. Em percentual do CDI, o spread na verdade aumentou, saindo de 256% para 527%! Ou seja, apesar da SELIC ter caído 7,75 p.p., houve pouco impacto no bolso do empresário.

Algumas variáveis são responsáveis pelo spread bancário, como a inadimplência, baixa recuperação do crédito no Brasil e custo tributário. No entanto, um fator inquestionável é a alta concentração bancária no nosso país. Isso está refletido, por exemplo, na participação no total de ativos do sistema financeiro que os 5 maiores bancos do Brasil detêm – 2 anos atrás concentravam 68% dos ativos, já hoje esse número chega a 72%.

Como a taxa de juros que realmente impacta o bolso do consumidor não cai proporcionalmente, outras alternativas de crédito demonstram-se mais interessantes. Entre elas, destacamos a venda de cota de consórcios. Em vez de buscar empréstimos e financiamentos em bancos a taxas altíssimas, porque não transformar em dinheiro um ativo que você já possui? A Consorciei te ajuda com isso! Entre em contato conosco através do nosso chat, telefone ou email.

2 comentários

  1. Jeana Carla Rodrigues dos Santos disse:

    Tenho 2 consórcio imobiliário e decidi vender os dois

    • admin disse:

      Olá Jeana, sou o Guilherme da Consorciei. Para lhe enviarmos uma proposta precisamos que encaminhe um extrato do seu consórcio ou preencha o formulário de cotação no nosso site (https://www.consorciei.com.br), por favor.

      Agradecemos seu contato, Equipe Consorciei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *